Vacinação contra gripe é prorrogada em alguns estados

A campanha nacional de vacinação contra a gripe sazonal termina nesta sexta-feira em todo o país. Entretanto, algumas cidades resolveram prorrogar o prazo por conta da baixa adesão. O último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde indica que, até esta quinta, 29.929.052 de pessoas tinham sido imunizadas, o equivalente a 55,97% do público-alvo. A meta do governo é chegar a 80% – cerca de 24 milhões de pessoas.

A Secretaria de Saúde de São Paulo decidiu prorrogar até o próximo dia 20 a vacinação contra a gripe sazonal.

A prefeitura de Belo Horizonte e o estado de Minas Gerais também prorrogaram o prazo para vacinação até o dia 20. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, apenas na capital 147 disponibilizaram atendimento.

No Rio de Janeiro, a mesma medida foi tomada Na capital fluminense, mais de 530 mil pessoas foram vacinadas, o equivalente a 57%do público-alvo.

A capital do Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste, foi mais uma que estendeu a campanha de vacinação. O Estado teve um dos piores resultados durante o período entre as gestantes, com 35% de mulheres vacinadas. No total, porém, 63% do total esperado compareceu aos postos.

Indicações

A imunização é feita em uma única dose para todos os grupos, com exceção das crianças. Menores de 2 anos devem receber duas doses, aplicadas em um intervalo de 30 dias. Idosos com mais de 60 anos e indígenas também devem receber a dose gestantes, crianças maiores de 6 meses e menores de 2 anos e profissionais de saúde.

A orientação do ministério é que quem tem alergia a ovo não receba a vacina. Pessoas com deficiência na produção de anticorpos, por problemas genéticos, imunodeficiência ou terapia imunossupressora, também devem consultar um médico antes de tomar a dose.

Este ano, a campanha visa a imunizar também contra a influenza A (H1N1) – gripe suína. Isso porque a vacina tem como base os três vírus do tipo Influenza que mais circularam no Hemisfério Sul no ano anterior.

Redatora: Bárbara Forte – eBand

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *