Timão define seu futuro nas urnas

Será decidido neste sábado o futuro presidente do Sport Club Corinthians Paulista, um dos clubes de maior torcida do Brasil. São cerca de 30 milhões de loucos, como eles mesmos gostam de se denominar.

De um lado está o candidato da situação, o delegado da Polícia Civil Mário Gobbi, considerado o favorito nestas eleições. Ele tem total apoio de Andrés Sanchez, o último presidente do Timão.

Sanchez foi um dos presidentes mais ousados da história do clube, trouxe grandes astros como: Ronaldo, Roberto Carlos e Adriano. Iniciou a construção de um estádio próprio (antigo sonho dos corinthianos) que vai ser o palco do jogo inaugural da Copa de 2014 e levou o nome do time a terras até então desconhecidas, popularizando ainda mais sua marca e gerando mais receitas para o clube.

Por outro lado, a não conquista do título da Libertadores e o fracasso de Adriano podem pesar na hora do voto.

Eleições no Corinthians
Da esquerda pra direita, Paulo Gobbi e Paulo Garcia

O rival de Gobbi será o dono da Kalunga, Paulo Garcia, que conseguiu a proeza de unir toda a oposição. Antonio Roque Citadini, Osmar Stábile e Celso Limonge estão unidos na candidatura de Garcia.

A eleição começa às 9h e termina às 17h no Parque São Jorge. Quase 12 mil sócios tem direito a voto, porém são esperados pouco mais de três mil pessoas nesta eleição que promete ser quente e vai definir o presidente que vai comandar o clube nos próximos três anos. Portanto terá a honra de receber a presidente da República Dilma Rousseff e o presidente da FIFA Joseph Blatter na abertura da Copa, além de conquistar pela primeira vez o torneio mais importante das Américas.

Todos os sócios com mais de cinco anos de clube e que estejam com os pagamentos em dia tem direito a voto. É necessário levar o RG ou carteira de habilitação, além da carteira de associado para votar. O resultado deve ser divulgado ainda na noite deste sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *