Logotipo Ipea

Pesquisa revela a percepção do brasileiro em relação a pobreza

A pesquisa “Assistência Social – Percepção sobre pobreza: causas e soluções”, divulgada na última quarta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mostra que 29% dos entrevistados culpam o desemprego pela fome, enquanto que 18,4% acusam a má qualidade educacional de gerar a pobreza.

Segundo o estudo, a corrupção aparece em seguida, com 16,8%, e depois, com 12%, vem a má distribuição de renda.

De acordo com o diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Jorge Abrahão de Castro, a pesquisa revela que o brasileiro reconhece que o problema da fome não é individual, mas estrutural. Apesar disso, 2,8% dos entrevistados acreditam que a pobreza vem por preguiça ou comodismo.

O Ipea entrevistou 3.796 pessoas por todo Brasil, nos dias 8 e 9 de agosto de 2011. Eles consideram uma família pobre aquela com renda per capita abaixo de R$ 523.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *