MEC, enfim, divulga o valor do novo piso nacional dos professores

Com mais de um mês de atraso, enfim, o Ministério da Educação (MEC) divulgou na tarde desta segunda-feira, dia 27, o novo piso nacional dos professores, que de R$ 1.187,00 foi reajustado para R$ 1.451,00 – aumento de 22,22%.

O valor do reajuste reflete exatamente a expectativa e dados da variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2011, em relação ao valor de 2010.

Novo piso nacional dos professores 2012
Reajuste foi de 22,22%

Agora, a expectativa é que prefeitos e governadores adequem seus planos orçamentários para arcar com o reajuste, tendo em vista que muitos deles pressionaram o MEC para que não seguisse a variação do Fundeb, sob a alegação que não conseguiriam pagar o aumento.

A Lei do Piso determina que nenhum professor pode receber menos do valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais. Questionada na Justiça por governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado. Entes federados argumentam que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei. O dispositivo prevê que a União complemente o pagamento nesses casos, mas desde 2008 nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.

6 respostas para “MEC, enfim, divulga o valor do novo piso nacional dos professores”

  1. Essa lei está simplismente no papel,pois o prefeito do municipio de Pedra-PE,paga um pouco mais de $ 700,00.Pergunto cade a fiscalizaçoes para veriguarem os munipios e estados?
    Temos que realmente paralizar?Será que o professor é o pior profissional da confederação brasileira?Que absurdo! lei que simplismente está no papel,em cavetada,que país é esse?que governantes temos?e quais o que vamos empossar?
    Gente pense o futuro começa agora!

    1. O piso atual de 40h, aprovado para os professores, e tão absurdamente questinado por alguns deputados, só vem mostrar o quanto eles estão preocupados com a educação do nosso país.Com o salário absudamente extraordinário que iremos receber daremos um rombo muito grande no orçamento da união_ ele dizem! Com 1451 reais eles pagam uma conta de luz de uma de suas tantas residências, enquanto que nós temos de fazer contas e mais contas para não ficarmos devedores com esse mesmo valor, considerado por eles como aumento absurdo.

  2. Acho que temos que cobrar dos prefeitos, pois muitos ainda não pagam nem os 950.00 imagine 1.451,00. Os professores têm que pressionar mesmo se unir e não puxar-saco de prefeitos e governadores. Temos que ir a LUTA!!!!

    BEIJOS !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *