Hino da Independência

Apesar de ser pouco lembrado, o Hino da Independência também tem um importante papel na história do Brasil.

Composto por Evaristo da Veiga (letra) e Dom Pedro I (música), ele ganhou forças a partir do momento que Dom Pedro proclamou a independência, no dia 7 de setembro de 1822.
Às margens do Riacho do Ipiranga, e ainda como príncipe, ele ordenou às tropas: “Laços fora, soldados! Independência ou morte!”

Ali acabava um longo período de domínio português em terras brasileiras, onde Dom Pedro deixava de ser tratado como príncipe, para se tornar o primeiro imperador do Brasil.

Confira abaixo o Hino da Independência

Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil…
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

13 respostas para “Hino da Independência”

    1. O Hino da Independência ,deveria ser tocado e cantado todos os dia por fazer parte de nossa historia ,até pq foi uma conquista do povo brasileiro que deveriam sentir -se orgulho.Já não vejo as escolas motivando os alunos a querer gostar de cantar com garra e fervor os nossos Hinos.Parabéns .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *