Governo amplia faixa de vacinação contra hepatite B

Governo amplia faixa de vacinação contra hepatite B

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, dia 5, a ampliação do público-alvo que poderá receber gratuitamente a vacina contra hepatite B. Agora, pessoas com até 29 anos poderão receber as doses contra a doença – antes, a idade limite era de 24 anos.

Com isso, o Governo espera diminuir os casos da doença, que causa uma importante infecção no fígado e, em sua maioria, surge de forma silenciosa, não apresentando sintomas em mais de 70% dos casos.

Vale ressaltar que o SUS oferece a vacina para hepatite B para grupos mais vulneráveis, independentes de faixa etária, como gestantes, manicures, pedicures, podólogos, caminhoneiros, bombeiros, policiais civis, militares e rodoviários, doadores de sangue e coletores de lixo domiciliar e hospitalar. A utilização da vacina previne hepatite B, possibilitando eliminá-la como problema de saúde pública.

Como já foi adiantado, mais de 70% dos adultos expostos ao vírus da hepatite B não apresentam sintomas. Somente 30% apresentam os sintomas da forma aguda. Dos adultos infectados cerca de 5% a 10% terão hepatite B crônica, daí a importância da extensão da faixa etária dessa vacina no SUS.

A transmissão pode ocorrer pela relação sexual desprotegida, pelo compartilhamento de objetos contaminados como: lâminas de barbear e de depilar, escovas de dente, alicates de unha, materiais para colocação de piercing e tatuagens, instrumentos para uso de drogas, acidentes com exposição a material biológico e procedimentos cirúrgicos, odontológicos e de hemodiálise, em que não se aplicam as normas adequadas de biossegurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *