Garatuja: A importância dos rabiscos para a criança

Pablo Picasso, o artista espanhol, dizia que, aos 12 anos, já desenhava como o pintor italiano Rafael, mas precisou de toda uma existência para aprender a desenhar como as crianças.

A garatuja, nome dado aos rabiscos infantis aos quais ele se referia, pode não fazer muito sentido, mas é uma maneira de o seu filho se comunicar.

Os primeiros desenhos, por volta dos 14 meses, são traçados longitudinais, desprovidos de controle motor e sem sentido. Com 1 ano e meio, surgem os movimentos circulares. A partir dos 3 anos, eles se fecham em formas independentes. Ganham significado, ou seja, a criança lhes atribui nomes e conta histórias sobre o que retratou. Aos olhos dos pais, os rabiscos ficam mais reconhecíveis. Nessa fase, aparecem os primeiros indícios de figuras humanas. “A evolução da garatuja é paralela ao desenvolvimento cognitivo da criança”, afirma a pedagoga Ana Paula Yazbek, diretora do Espaço da Vila, de São Paulo.

É por isso que a familiaridade com lápis e canetas é tão importante para a escrita. “Há atividades que o ser humano desenvolve naturalmente, como, por exemplo, caminhar. Habilidades, como escrever, precisam de treino”, explica o neuropediatra Luiz Celso Villanova, da Universidade Federal de São Paulo.

Estimular é importante

A pedagoga explica que, a princípio, a criança ignora os limites do papel. “Cabe aos pais mostrá-los, pois ela ainda não sabe que existe um lugar certo para desenhar”, diz. Os pais devem mostrar interesse por essa “vontade” de desenhar. “É preciso valorizar a produção, mas lembrando que nessa fase ainda não existe preocupação estética”, observa Ana Paula. Ela recomenda lápis mais grossos. E não se esqueça de supervisionar o seu artista, para que ele não se machuque ou, ainda, rabisque as paredes.

Evolução do traçado:

– 14 meses: Rabiscos sem forma ou intenção. Pouco controle dos movimentos, que se originam nos braços ou nos ombros.

– 18 meses: Surgem os primeiros movimentos circulares, intercalados com retas. Maior controle sobre os músculos da mão.

– 3 anos: Traços ganham formas. Desenhos recebem nomes. Aumenta a coordenação motora sobre o pulso e os dedos.

[ + ] Fonte: Crescer

4 comentários em “Garatuja: A importância dos rabiscos para a criança”

  1. Adorei as dicas, vou falar para as mães de meus sobrinhos e primos. É muito importante saber como vai o emocional de nossas crianças, pois elas dependem desse controle para ser seres humanos fortes no futuro, livres de ansiedade.

  2. Angela Maria Chaves

    adorei esta reportagem, pois, trabalho com crianças de 0 a 06 anos,

    e mto importante essas informações. Abraçoss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor, desative o AdBlock do seu navegador e carregue a página novamente para ter acesso ao nosso site.

Sair da versão mobile