Febraban comunica que senha invertida não aciona polícia

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) está alertando os consumidores para desconsiderar informação que está circulando na Internet a respeito de uso de senha invertida. De acordo com o e-mail, se o cliente digitar sua senha invertida ao usar um caixa eletrônico, uma mensagem será enviada à polícia.

De acordo com o comunicado da entidade, a “dica”, que supostamente serviria para alertar as autoridades, por exemplo, em casos de seqüestro-relâmpago, quando a vítima é obrigada a retirar dinheiro em centrais de auto-atendimento, é tecnicamente inviável. A Febraban também orienta o cliente sobre como ele deve proceder para realizar transações mais seguras em caixas automáticos.

Leia a íntegra do comunicado da Febraban:

A Federação Brasileira de Bancos – Febraban esclarece que é improcedente e falsa a lenda urbana divulgada por um spam que circula na internet, segundo qual a digitação invertida da senha do cliente no terminal de auto-atendimento envia mensagem à polícia.

Tal expediente, divulgado por meio de spam, é tecnicamente improvável. Para utilizar com maior segurança os meios eletrônicos de pagamento, a Febraban recomenda os seguintes cuidados:

– Ao digitar sua senha, mantenha o corpo próximo à máquina, para evitar que outros possam vê-la ou descobri-la pelo movimento dos dedos no teclado. As pessoas atrás de você devem respeitar as faixas de segurança;

– Prefira utilizar os caixas automáticos instalados em locais de grande movimentação e, se possível, em ambientes internos (shoppings, lojas de conveniência, postos de gasolina etc.);

– Sempre que possível, faça seus saques no horário comercial, quando o movimento de pessoas é maior, evitando o período noturno. Quando precisar realmente sacar dinheiro à noite, leve um ou mais acompanhantes adultos para que fiquem fora da cabine, como se estivessem na fila;

– Nunca aceite ou solicite ajuda de estranhos, mesmo que não lhe pareçam suspeitos;

– Esteja atento à presença de pessoas suspeitas ou curiosas no interior da cabine ou nas proximidades. Na dúvida, não faça a operação;

– Caso não consiga concluir uma operação, aperte a tecla ANULA ou CANCELA;

– Em caso de retenção do cartão no caixa automático, aperte a tecla ANULA ou CANCELA e comunique-se imediatamente com o banco. Tente utilizar o telefone da cabine para comunicar o fato. Se ele não estiver funcionando, pode tratar-se de tentativa de golpe. Nesses casos, nunca aceite ajuda de desconhecidos, mesmo que digam trabalhar no banco, nem digite senha alguma na máquina;

– Não se preste a receber créditos de pessoas desconhecidas em sua conta. Propostas desse tipo são feitas por golpistas, nas proximidades de caixas automáticas e de agências;

– Desconfie de vantagens financeiras ou dramas familiares que lhe sejam apresentados por desconhecidos na fila do caixa automático, especialmente propostas de utilização de sua conta para transferência de valores;

– Evite sacar grandes valores em dinheiro. Nas transações de valores altos, dê preferência aos meios eletrônicos de pagamentos, como cartões, DOCs e TEDs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *